Gravamos o seu comercial com a qualidade...

Gravamos o seu comercial com a qualidade...
Para assistir a previsão diminua o volume da rádio no topo, DEPOIS, aumente novamente!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Nova lei amplia compra de leite de pequenos produtores




A lei sancionada pela presidência da República (Lei 13.789/2019) amplia para, pelo menos, 35 litros por dia a quantidade de leite que o governo federal deve adquirir dos pequenos agricultores familiares. Atualmente, as compras feitas diretamente pelo Programa de Aquisição de Alimentos, sem a necessidade de licitação, estão restritas ao limite de R$ 9.500 por ano, o que corresponde a pouco mais de 20 litros de leite por dia. 




O projeto original do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) obrigava a compra mínima diária de 150 litros de leite de cada produtor mas uma mudança feita pela Câmara dos Deputados reduziu a quantidade. A relatora da proposta no Senado, Ana Amélia (PP-RS), argumentou que as alterações buscam se adequar ao Orçamento do PAA e criar mais emprego e renda para os produtores.

Número de famílias endividadas teve leve redução em dezembro; cartão de crédito é principal dívida



A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostrou que o número de famílias com dívida caiu em dezembro do ano passado comparado com o mês anterior.


A proporção de famílias com dívida caiu para 59,8% em dezembro de 2018, comparada com os 60,3% observados em novembro.


Segundo a sondagem, também houve queda da inadimplência e redução em relação a dezembro de 2017 nas dívidas no cartão de crédito, cheque especial e carnê de loja, entre outros.


Segundo a economista da CNC Marianne Hanson, o recebimento do 13º salário favoreceu o pagamento de contas em atraso.

Segundo a pesquisa, o cartão de crédito ainda segue como principal tipo de dívida, apontado por 78,1% das famílias entrevistadas. Em seguida, vêm os carnês e em terceiro lugar, o financiamento de carro Desde janeiro de 2010, a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor é apurada mensalmente pela CNC. Os dados são coletados em todas as capitais dos Estados e no Distrito Federal, com cerca de 18 mil consumidores.

São Vicente FM via EBC Serviçõs

domingo, 30 de dezembro de 2018

Estradas: PRF e PRE fiscalizam rodovias baianas durante final do ano; confira

Agentes da PRF e PRE vão fiscalizar as rodovias baianas durante o final do ano — Foto: Divulgação/PRF-BA



A fiscalização nas rodovias baianas foi intensificada desde sexta-feira (28) e segue até 23h59 de terça-feira (1°), segundo informações das Polícias Rodoviária Federal e Estadual.


De acordo com a PRF, a operação Ano Novo ocorre em todo país. As ações de fiscalização ocorrem para combater o excesso de velocidade, a embriaguez ao volante e para coibir as ultrapassagens proibidas.


A Polícia Rodoviária Federal alerta que o uso do cinto de segurança, inspeção específica de motocicletas e condições de conservação dos veículos, também estão entre os focos das equipes da PRF. Além disso, os veículos abordados serão fiscalizados e os condutores submetidos ao teste do bafômetro.


Já PRE informou que durante os cinco dias de operação, as Companhias Independentes de Policiamento Rodoviário (CIPRVs) de ItabunaBarreiras Brumado e o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) contarão com o aumento do efetivo policial.


As equipes vão intensificar ações de prevenção de acidentes nas estradas, fiscalização de documentos de porte obrigatório, de ingestão de bebida alcoólica, de velocidade com o uso de radares, bem como abordagem policial, no enfrentamento ao tráfico de armas, drogas e de pessoas.



Com chegada do Réveillon, alerta é festejar sem abusar do álcool




Na festa da virada do ano, o lema deve ser comemorar, mas sem abusar do consumo de álcool, principalmente para quem for dirigir.

Dirigir alcoolizado é a segunda maior causa de acidentes no trânsito. No feriado do Natal deste ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 1.907 autos de infração de motoristas, nas estradas do país, que estavam dirigindo após ingerir bebida alcoólica, o que corresponde a um flagrante a cada 21 testes. Para inibir essa prática, o Código de Trânsito Brasileiro ampliou a pena de detenção para quem provocar mortes conduzindo alcoolizado - de 2 a 4 anos para 5 a 8 anos de reclusão.

De acordo com o coordenador da Operação Lei Seca no estado do Rio de Janeiro, Marco Andrade, o final do ano e o carnaval são os períodos com mais acidentes com morte no trânsito.

“A bebida traz grande contribuição para o aumento do número de mortes no trânsito neste período", disse Andrade.

Até a próxima terça-feira (1º), serão 56 ações de fiscalização no estado e preventivas. "É importante comemorar as festas de fim de ano, se divertir, mas se organizar na forma de voltar para casa de uma maneira mais segura”, ressaltou.


Bebida em excesso
O psiquiatra Jorge Jaber, membro da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e especializado em dependência química, acredita que o abuso do álcool nas festas de fim de ano têm ligação com problemas de relacionamento social. Segundo o especialista, há quem esteja passando por momento complicado e utilize a bebida alcóolica para esquecer o incômodo.

"O álcool leva à possibilidade de descontrole e isso se manifesta nas festas, atingindo o objetivo contrário ao que o evento se propõe”, disse.

Para se divertir no Réveillon, os cuidados apontados pelo psiquiatra são: não dirigir embriagado, manter-se bem hidratado, procurar se alimentar com comidas leves, evitando as gordurosas; e diminuir o tempo de exposição ao sol.

Agência Brasil

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Feriado de Natal registra 89 mortes nas rodovias federais, segundo PRF



Oitenta e nove pessoas morreram nas rodovias federais de todo o país, durante o feriadão de Natal.

O dado é da Polícia Rodoviária Federal, que realizou a operação Natal entre os dias 21 e 25 de dezembro.

Ao todo, foram 1.166 acidentes, incluindo 303 graves, que feriram quase 1,5 mil pessoas.

Também no período de Natal, a PRF registrou mais de 8,5 mil motoristas realizando ultrapassagens indevidas, uma das infrações mais perigosas, porque é responsável por muitas mortes, em colisões frontais.

Também foram flagrados mais de 1,9 mil motoristas dirigindo sob o efeito de álcool, outra infração de alto risco.

Mesmo com as campanhas de segurança e conscientização, os motoristas continuam pegando a estrada sem o cinto de segurança: quase 6 mil pessoas estavam sem o equipamento que pode salvar vidas, em caso de acidentes.

O feriadão de Natal de 2017 teve um dia a menos que o deste ano. No período, foram registradas 79 mortes. Por isso, a PRF não tem como calcular se o número aumentou ou diminuiu.

A Operação Natal faz parte da operação integrada Rodovida, que envolve diversos órgãos federais e vai até dez de março.

A Rodovida engloba períodos em que as pessoas costumam pegar a estrada e o fluxo de veículos aumenta nas rodovias como férias escolares, festas de Natal, Ano Novo e Carnaval.

RadioAgência Nacional

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Cristópolis: Estrada que liga Cantinho a Mariquita está sendo recuperada





Foi iniciado na quarta-feira(19), o trabalho de recuperação e melhorias da BA-466, no trecho entre Cantinho, em Cristópolis, e o distrito de Mariquita, em Tabocas do Brejo Velho. A previsão de conclusão dos trabalhos é de 15 dias.


A obra está sendo executada pelo Consid (Consórcio Multifinalitário do Oeste da Bahia), através do governo do estado, em parceria com os municípios de Cristópolis e Tabocas.

Serão recuperados um total de aproximadamente 28 quilômetros.


Fonte: Blog Hailton Pereira

Mensagem falsa chega a 300 mil usuários prometendo 'retrospectiva' no WhatsApp

Site falso obriga usuário a compartilhar link para ter acesso a suposta retrospectiva.




A fabricante de antivírus PSafe, por meio do seu laboratório de cibersegurança dfndr lab, está alertando usuários sobre um link malicioso divulgado no WhatsApp que promete uma falsa retrospectiva do ano de 2018 no aplicativo. De acordo com a empresa, o principal objetivo dos criminosos com este golpe é lucrar com a exibição de peças publicitárias nos sites falsos e, em alguns casos, obter dados pessoais das vítimas.

Para convencer a vítima a acessar o link, a mensagem promete relembrar "fotos antigas, status e conversas". Em 16 horas de circulação, o link malicioso foi detectado 339 mil vezes pela ferramenta de segurança da companhia.


A página falsa pede que a vítima clique em um botão para "gerar" sua retrospectiva. Quando a retrospectiva está supostamente pronta, é necessário compartilhar a página com amigos antes de poder vê-la. A página exibe uma série de comentários falsos com o visual do Facebook para dar credibilidade ao golpe.

De acordo com Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, os criminosos tentam se aproveitar de datas relevantes – como a Black Friday, as eleições ou fim do ano - como "gancho" para enganar os usuários. "Por isso é muito importante checar com as empresas se qualquer promoção, serviço ou ação de marketing de fato é verdadeira", explica ele.

Com exceção dos links que podem atacar o roteador de internet, os golpes divulgados por WhatsApp em geral não representam risco imediato ao celular, nem aos dados armazenados no aparelho. Nesse caso do golpe do WhatsApp, por exemplo, a página exibe até uma barra de progresso enquanto "gera" a retrospectiva. Porém, isso é apenas uma animação e nenhum dado do celular é acessado pela página.

Ainda assim, compartilhar esses links pode gerar receita publicitária para os criminosos a partir do tráfego para o site falso, o que alimenta outros golpes e mensagens falsas.
Quando um conteúdo exige um compartilhamento para ser visto, é altamente suspeito de que esse conteúdo seja falso, de baixa qualidade ou nem sequer exista, como é o caso da "retrospectiva".

Fonte: G1

Postagens mais antigas  → Página inicial